coloque aqui seu e-mail para receber as mensagens:

Samadhi


No fundo, entretanto, somos uno com o mundo, muito mais do que estamos acostumados a pensar: sua essência íntima é nossa vontade; seu fenômeno é nossa representação. Para quem pudesse ter clara consciência desse ser-uno, desapareceria a diferença entre a persistência do mundo externo e, depois que se está morto, a própria persistência após a morte.

Arthur Schopenhauer
(Metafísica do Amor, Metafísica da Morte, trad.: Jair Barboza, São Paulo: Martins Fontes, 2000, pág.100)

Swami Sree Yukteshwar
em uma das formas de Jyoti Yoga do Kriya Yoga,
através de Shambhavi Mudra.

Agradecimentos à Cintia Duarte Mamaji

Sem comentários:

Enviar um comentário