coloque aqui seu e-mail para receber as mensagens:

O Passado é diferente no Futuro




Em um satsang em janeiro de 2009 surgiu novamente o assunto História da Índia & Escrituras. E repassei para o grupo de estudos a seguinte mensagem:

Dei uma olhada nas minhas anotações a respeito da história da Índia conforme aceita pelo Ocidente.
Como eu disse ontem, essa história vai mudando a medida que novas descobertas arqueológicas são feitas. E vai ficando cada vez mais parecida com a tradição indiana, que afirma que a civilização do Vale do Indus é tão antiga quanto as do Nilo e Tigre-Eufrates.

Atualmente (-a publicação mais ANTIGA que encontrei sobre este assunto é de 1996-) acredita-se que antes da civilização de Harapa (Vale do Indus, 3300 –1300 antes da Era Comum) já existia uma outra civilização agrária, pecuária e que fabricava instrumentos de metal e cerâmica. É chamada civilização Mehrgarh e as primeiras escavações são de 1974. Acredita-se que os Mehrgarh já estavam ali desde 7.000 a.E.C.)

Por outro lado, já se sabe que o Vale do Indo era habitado desde 70.000 a.E.C. Resta encontrar vestígios de escrita para saber se esses povos podem ser considerados uma "Civilização" segundo os padrões Ocidentais. Ou seja, é bom lembrar, a ciência ocidental apenas considera um povo civilizado se o mesmo praticar ESCRITA. Senão, está na Pré-História.
Indícios de ética e organização social, religião e filosofia, tecnologia em metais, medicina, agricultura e tradição oral não são suficientes para considerar um povo uma civilização, segundo os critérios das academias alinhadas com o pensamento Enciclopédico e Iluminista Europeu. É apenas um conceito. E um conceito um pouco limitado, não é mesmo?

Outro ponto a se considerar é que os povos do Indus já utilizariam escrita em papel antes de 7.000 a.E.C. E que simplesmente esses documentos desfizeram-se. Temos documentos escritos muito antigos dos Egípcios, por que gravados em pedra.

Resumindo, a história do passado muda a medida que novas descobertas são feitas. Ou seja, o passado é diferente no futuro...
Esta é a minha opinião sobre esse assunto.

Agora, proponho a todos que focalizemos no seguinte: - É bom estudar história. Mas estudar as Escrituras não é isso. Vedas, Vedanta, Escrituras, são para serem estudados à luz do Espírito. No tempo PRESENTE. Ou melhor, no tempo ETERNO.
A prática de Kriya Yoga é excelente para colocar a mente em um estado adequado de percepção. Além dos conceitos.
Uma sugestão que aprendi com os nossos professores: Praticar Kriya e em seguida, com a mente clara, abrir um texto sagrado para ler. Pode ser a Bíblia, o Alcorão, o que você tiver mais afinidade naquele momento.
Permita-se REVELAR O ESPÍRITO.



Citação de Hariharananda a respeito de ESCRITURAS: 


QUANDO LER AS ESCRITURAS, FAÇA ISSO COM SINCERIDADE. 
OLHE-AS PELO ASPECTO DA PRÁTICA.

Com Amor,
Céu

Sem comentários:

Enviar um comentário